Menu

Estética

Fisioterapia Estética

Fisioterapia Dermato Funcional trata dos distúrbios dermatológicos e estéticos.

Atua em alterações estéticas faciais e corporais, afecções endócrino – metabólicas como obesidade e edemas gestacionais; afecções vasculares como linfedemas e úlceras venosas; alterações de cicatrização como aderência e quelóide, pré e pós-operatório de cirurgia plástica.

pilates em grupo

A Fisioterapia e a Cirurgia Plástica

A Fisioterapia atua na cirugia plástica prevenindo o aparecimento de cicatrizes hipertróficas e facilitando o pré e pós-operatório.

A preocupação com os cuidados no pré e pós-operatório tem demonstrado fator preventivo de possíveis complicações e promoção de um resultado estético mais satisfatório.


A fisioterapia atua na cirurgia plástica quando o tecido (muscular, nervoso, pele, etc.) for submetido a uma cirurgia e sofrer algum tipo de lesão. Esta lesão precisa ser restaurada.


Este processo de restauração recebe o nome de Reparação Tecidual e ocorre imediatamente após a agressão tecidual.


Neste processo encontramos alterações como edema (inchaço), equimoses (manchas roxas) e formação de tecido cicatricial (fibrose). Estas alterações fazem parte do processo de reparo, e são tratadas com fisioterapia, uma vez que trazem disfunções para os tecidos em questão.


Os sintomas do pós-operatório podem ser reduzidos pelo atendimento da fisioterapia através da drenagem linfática manual ou mecânica. Observa-se rapidamente diminuição do edema e hematomas, com favorecimento da neoformação vascular e nervosa, além de prevenir ou minimizar a formação de cicatrizes hipertróficas ou hipotróficas, retrações e quelóides.


A importância do pré-operatório é para eliminar toxinas, hidratar a pele e preparar a circulação para o corte da cirurgia e favorecer a cicatrização e aderência da pele; e no pós-operatório para eliminar a toxina, edema, hematoma, aderência cicatricial e fibrose, principalmente após a lipoaspiração facilitando o bom resultado da cirurgia.


A fisioterapia Dermato Funcional atua ainda, na celulite, gordura localizada, flacidez muscular, estrias, envelhecimento cutâneo e queimaduras.

Studio de Pilates
×
Resultados :)

A Celulite

Fibro Edema Gelóide, polularmente conhecida como “celulite”, é uma alteração da pele que adquire um aspecto em forma de “casca de laranja” com depressões irregulares sendo que os locais mais afetados são as coxas e região glútea.

Também são afetados em menor intensidade, a panturrilha, os braços e o abdome.


Há diversos fatores que causa uma predisposição a celulite, como: causas genéticas, idade, sexo, desequilíbrio hormonal, estresse, fumo, sedentarismo, perturbações metabólicas e maus hábitos alimentares.


O fibro edema gelóide é classificado em três graus:

Grau I:
Só é visível através de uma contração voluntária da região ou entre os dedos.
Grau II:
As depressões são visíveis mesmo sem compressão ou contração. Já há alteração de sensibilidade local.
Grau III:
As depressões já são vistas com o indivíduo em qualquer posição. A delimitação do corpo já não é mais a mesma devido as deformidades que a celulite forma. A pele fica enrugada e flácida. As fibras do tecido conjuntivo já estão quase todas danificadas e a sensibilidade a dor é grande. É o estágio mais grave e considerado com poucas chances de cura.

Para evitar o aparecimento ou melhorar a celulite, é importante seguir dicas como:

  • Drenagem linfática é uma boa saída para quem tem muito edema. O edema congestiona o líquido entre os tecidos podendo formar o fibro edema gelóide.
  • Roupas apertadas favorecem o aparecimento das celulites, devido a compressão que essas roupas fazem no tecido.
  • A postura deve ser cuidada pois a má postura pode levar a compressão dos linfáticos cavo poplíteo e inguino-crural, consequentemente congestionando o tecido.
  • Hábitos tóxicos, principalmente o fumo favorecem o aparecimento da celulite.
  • Sobrepeso é outro fator de risco para a patologia por também comprimir os linfáticos.

Gordura Localizada

Consiste em acúmulos de células adiposas (células gordurosas) em maior quantidade em determinadas regiões do corpo, que podem ocorrer mesmo em pessoas com peso ideal.

Sua existência e localização (quadril, cintura, barriga) variam conforme a predisposição genética da pessoa e são causadas em função de maus hábitos alimentares e sedentarismo.


Na mulher, a gordura localizada é decorrente, principalmente, dos fatores genéticos e hormonais. A adiposidade costuma aparecer nos quadris, glúteos e barriga. Nos homens a gordura tende a acumular-se no interior do abdômen e pode gerar riscos de doenças cardiovasculares.


Quatro fatores são desencadeantes da gordura localizada:

  • distúrbios hormonais - afetam as células de gordura, passando a concentrá-las em regiões específicas do corpo;
  • herança genética - determina a capacidade da célula para absorver e eliminar gorduras;
  • aumento de peso;
  • sedentarismo.

Portanto, ter gordura localizada não significa estar acima do peso. A pessoa que tem gordura localizada pode ter peso adequado para sua altura ou ter um IMC (índice de massa corporal) entre 20 e 24,9, e apesar disso, ter maior quantidade de gordura em determinados locais do corpo.


Aula de Pilates
×

Drenagem Linfática

Técnica manual criada pelo biólogo dinamarquês Emil Vodder e sua esposa Estrid Vodder em 1936.

É uma técnica de massagem que estimula o sistema linfático a trabalhar em um ritmo mais acelerado, mobilizando a linfa até os gânglios linfáticos, esse processo elimina o excesso de líquido e toxinas (impurezas).


A drenagem linfática pode ser aplicada de forma manual ou por meio de uma modalidade recente, a eletroestimulação. Ela é aplicada com movimentos de pressão leve, suave, rítmica, lenta e precisa.

Drenagem Linfática | Fisioterapia

Benefícios:

  • melhora o sistema imunológico;
  • relaxante e tranquilizante;
  • bem estar;
  • combate a celulite e a gordura localizada;
  • melhora a ação anti-inflamatória do organismo.

Indicações:

  • retenção de líquido;
  • linfoedema;
  • gravidez;
  • pré e pós cirúrgico;
  • fibro edema gelóide (Celulite).

Contraindicações:

  • infecções agudas;
  • abscessos e nódulos não identificados;
  • trombose;
  • hipertensão;
  • tumores (câncer);
  • asma brônquica;
  • bronquite asmática.


A linfa é o líquido existente nos vasos dos gânglios linfáticos. É caracterizada por sua viscosidade, ausência de cor, por conter substâncias orgânicas e inorgânicas, resíduos e toxinas.


A massagem drenagem não emagrece. Isso quer dizer que não se perde gordura através da massagem. Mas se as medidas mais cheinhas são causadas por acúmulo de água, aí sim pode haver uma redução das medidas.


De forma manual a drenagem é feita a partir de círculos com as mãos e com o polegar, movimentos combinados e pressão em bracelete. A drenagem linfática manual é mais indicada em casos de pós-cirurgia plástica (para redução de edemas) e para pacientes com alteração hormonal.

Drenagem Linfática | Fisioterapia

Por eletroestimulação, a drenagem é feita através de um sistema inteligente de computador que infla e desinfla uma espécie de bolsa que assim como a drenagem manual melhora a condição das linfas.


Além de bem aplicada é importante estar alerta para as contraindicações.



Celulite:

É causada por má alimentação, sedentarismo, cigarro, alterações hormonais, stress; ela começa com um processo de retenção de líquido que acarreta má oxigenação do tecido. Sem a devida nutrição, ele endurece até formar os nódulos.


A drenagem quebra esse ciclo eliminando a retenção de líquido. A drenagem linfática funciona mais como uma técnica preventiva já que ela evita que esse excesso de água cause uma inflamação no tecido gorduroso, mas ela, sozinha, não acaba com a celulite.


Gordura:

Segundo médicos, quando bem feita, a drenagem diminui a retenção de líquido em áreas do corpo que estão propensas ao acúmulo de gordura, como abdômen, coxas e culote, além de ativar o metabolismo, favorecendo a queima dos estoques de gordura no corpo.


Perguntas frequentes sobre a Drenagem Linfática

1. Como acontece o acúmulo de líquido?


Uma parte do plasma (a parte líquida do sangue) que chega nos capilares (os vasos sanguíneos mais finos) transborda entre as células dos órgãos, músculos e outros tecidos. Esse líquido é chamado líquido intersticial.


Junta-se a ele as toxinas liberadas pelas células e se forma a linfa, que vai então ser absorvida nos vasos linfáticos. Da mesma forma que as veias, os vasos linfáticos vão ficando cada vez mais grossos, até desembocarem na veia cava e entrarem no coração, voltando assim à circulação sanguínea.


Do coração, o sangue vai para todos os órgãos inclusive os rins, onde é filtrado e formada a urina, que será eliminada. Também viajam pelos vasos linfáticos, além das toxinas, os microorganismos que causam doenças, como vírus e bactérias.


Por esse motivo a natureza colocou no sistema linfático uma espécie de blitz: os linfonodos.


Nessas blitz ficam concentradas as células de defesa do organismo, que param e combatem os agentes que causam doenças ou mesmo células cancerígenas nocivas ao organismo.


2. Tem que doer para funcionar?


Não. A finalidade da drenagem é coletar os líquidos presos entre as células, colocá-los nos vasos capilares e, por meio de variados movimentos suaves, fazê-los caminhar para que sejam eliminados.


Por isso mesmo, a massagem deve ser rítmica, a massagista não aplica muita pressão, já que a linfa corre na superfície da pele e seu fluxo é relativamente lento e precisa ser respeitado.


Assim, não há a necessidade de manobras que provoquem dor ou desconforto e muito menos provocar hematomas (roxos), isso significa que o estímulo foi muito agressivo e houve rompimento dos vasos e capilares venosos.


O que por muitas vezes acontece é a drenagem ser misturada com outras técnicas como a massagem modeladora e assim provocará dor e hematomas.


3. Mas ela funciona sozinha?


Em muitos dos tratamentos sim, depende do que se pretende e se espera do tratamento, para reduzir a retenção de líquidos e favorecer a eliminação das toxinas, a Drenagem Linfática oferece ótimos resultados, para quadros de celulite e gordura localizada mais graves, costuma-se utilizar o ultra-som, que produz ondas eletromagnéticas para facilitar a dissolução de nódulos e gordura.


4. Como a Drenagem Linfática pode combater a celulite?


Segundo especialistas a celulite é gerada por um processo de retenção de líquidos que acarretam à má oxigenação dos tecidos, sem a devida nutrição eles inflamam e endurecem até formar os nódulos.


A Drenagem atua justamente ai, quebrando esse ciclo e eliminando a retenção de líquidos.


5. Existe algum resultado expressivo contra a Flacidez?


Existem diversas opiniões sobra o assunto: Diversos profissionais afirmam que ela não tem ação sobre a flacidez, outros afirmam que ela melhora um pouco a flacidez já que facilita a oxigenação local e a organização das células e fibras de sustentação.


A Drenagem Linfática pode contribuir para a prevenção da flacidez da pele, pois ela está produzindo um tecido melhor nutrido, mas ela não recupera a flacidez já existente, principalmente se houver sobra de pele, para esses casos, existem técnicas como a endermologia, intradermoterapia e aplicação de cremes com ativos como o DMAE.


6. Temos que utilizar algum creme para a execução da Massagem?


Existem diversos métodos de aplicação para a Drenagem Linfática, a técnica Leduc, uma das mais utilizadas, não utiliza cremes e consiste apenas em movimentos suaves. Outros métodos utilizam cremes para melhorar o deslizamento das mãos.


7. E os resultados? Quando aparecerão?


Especialistas na área recomendam um mínimo de dez sessões para obter algum resultado efetivo, mas na primeira sessão, pode-se observar uma melhora visível do inchaço, e no funcionamento do aparelho digestivo.






Ficou com alguma dúvida?


Converse conosco!


Drenagem linfática durante a gravidez

Por que as grávidas incham?

A quantidade de sangue pode aumentar (como ocorre na gravidez) e mais líquido transbordar para os tecidos, ou pode haver uma maior produção de líquido local o que ocorre nos inchaços causados por inflamação.


A drenagem linfática costuma ser muito indicada na gestação. Ela é considerada o melhor tratamento estético para grávidas já que a retenção de líquido aumenta muito nessa fase da vida da mulher, isso porque para dar conta do feto o volume sanguíneo da mãe aumenta entre 30% a 50% facilitando que uma parcela maior transborde nos capilares e vire inchaço.


Mas é preciso muito cuidado!
A drenagem linfática se aplicada de forma errada durante a gestação pode desencadear contrações uterinas e levar a trabalho de parto prematuro.


Por isso é sempre bom consultar a sociedade brasileira de medicina estética www.sbme.org.br para buscar um profissional bem capacitado.


Aliás, esse é o principal problema da drenagem linfática: ela pode ser encontrada em qualquer lugar por qualquer preço.


Então desconfie dos preços muito baratos e procure (mesmo nos caros) saber como foi a formação da pessoa que irá realizar a massagem.


LEMBRE-SE: a maioria das pessoas nem sabe o que significa linfa. ;)

Aula de Pilates
×

Estrias

As estrias são cicatrizes causadas pela ruptura das fibras elásticas e de colágeno.

Estas fibras estão localizadas na camada mais profunda da pele. A estria inicia-se com um processo inflamatório, por isso surgem as linhas vermelhas. O organismo passa a produzir um colágeno mais espesso e a marca fica semelhante a uma cicatriz com coloração perolada.


As estrias são lesões lineares, geralmente paralelas, que podem variar de um a vários centímetros de extensão. Inicialmente as lesões são avermelhadas ou róseas, evoluindo mais tarde para uma tonalidade esbranquiçada.


Alguns fatores que contribuem para o surgimento das estrias:

  • Alterações do peso: emagrecer ou engordar de forma rápida e excessiva pode provocar o esticamento da pele.
  • Problemas hormonais: o aumento da produção de estrógeno e progesterona podem fragilizar as fibras de colágeno e elastina, tornando mais fácil de serem rompidas.
  • Genética: a elasticidade e a resistência da pele dependem das características hereditárias.
  • Gravidez: se não houver controle de peso, a pele pode estriar.

Prevenção:

  • Manter o corpo bem hidratado sempre.
  • Beber em média 2 litros de água diariamente.
  • Fazer hidratação da pele com cremes e loções hidratantes. Esses cremes devem ser ricos em emolientes à base de colágeno, elastina, lipossomas, uréia e óleos vegetais. A melhor lubrificação melhora a resistência da pele contra a ruptura das fibras.
  • Praticar exercícios físicos regularmente.
  • Evitar a ingestão em excesso de doces e gorduras.
  • Alimentar-se bem, ingerindo quantidades adequadas de frutas e vegetais frescos. A vitamina C presente nesses alimentos é um importante antioxidante e ajuda na formação das proteínas da pele.

foto de estrias

Flacidez Muscular

É um estado de hipotonia muscular onde se observa um aspecto de "amolecimento" dos músculos por diversas causas, como perda de peso repentina, vida sedentária, inatividade física, envelhecimento orgânico, etc.

É mais comum encontrar flacidez nas regiões das pernas, braços, seios e abdome. Não há dúvidas, fazer exercícios com peso, enrijece os músculos e tonifica a pele, melhorando muito os casos de flacidez.


Com exceção de alguns casos onde a flacidez é muito acentuada (como na pessoa que emagrece muito e rápido, sem fazer exercícios, ou após uma gravidez em que a mulher engorda demais) se torna necessário recorrer à uma cirurgia plástica.


Não há dúvidas, fazer exercícios com peso, enrijece os músculos e tonifica a pele, melhorando muito os casos de flacidez. Com exceção de alguns casos onde a flacidez é muito acentuada (como na pessoa que emagrece muito e rápido, sem fazer exercícios, ou após uma gravidez em que a mulher engordou demais) se torna necessário recorrer à cirurgia plástica.


Envelhecimento Cutâneo

O envelhecimento da pele tem basicamente duas causas: passagem natural do tempo (envelhecimento intrínseco, ou envelhecimento cronológico) e fatores ambientais que interagem com a pele (envelhecimento extrínseco).

Também conhecido como fotoenvelhecimento, o envelhecimento extrínseco é provocado principalmente pela exposição ao Sol, que tem efeito cumulativo e potencializa o surgimento de rugas e manchas.


Queimaduras

É toda lesão causada por agentes externos sobre o revestimento do corpo, podendo destruir desde a pele até tecidos mais profundos, como ossos e órgãos.

Classificação quanto a profundidade:
1º grau:
atinge a epiderme (camada superficial da pele). Apresentação com vermelhidão sem bolhas e discreto inchaço local. A dor está presente.
2º grau:
atinge a epiderme e parte da derme (2ª camada da pele). Há presença de bolhas e a dor é acentuada.
3º grau:
atinge todas as camadas da pele, músculos e ossos. Ocorre necrose da pele (morte do tecido), que se apresenta com cor esbranquiçada ou escura. A dor é ausente, devido à profundidade da queimadura, que lesa todas as terminações nervosas responsáveis pela condução da sensação de dor.

* * *


A aptidão física é o primeiro requisito da felicidade.
Nossa interpretação da aptidão física é a obtenção e manutenção de um corpo uniformemente desenvolvido com uma mente sã plenamente capaz de, natural e facilmente, realizar satisfatoriamente as nossas muitas e variadas tarefas diárias com entusiasmo espontâneo e prazeroso.
Joseph Pilates
clicking on ".explore" toggles class "close" on "target" clicking on ".explore" toggles class "open" on "nav"